PORQUE NÓIS NUM TÁ AQUI PRA SER LEGAL

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

TERESA


(poeminha em construção)

"no dia da visita você diz
eu vou mandar cigarro
pros maluco lá no x"
A fórmula mágica da paz
Racionais MC`s

I

Discursos de Teresa

eu acho
q se os poemas forem chatos
ninguém mais nem vai me ler.
Penso
em criar outra estratégia
preencher outros espaços.
Eufemismo. Pleonasmo.

Assim
nu q depender de mim
ninguém mais é espancado
mutilado
assassinado
amarrado
ao poste
ou jogado
no esgoto,
no poço,
no fundo
do barraco.

No que depender de mim,
Aristides já é padre
e os demais são homens feitos.
Trabalham e continuam
a construir nosso país.

No que depender de mim
meus versos antigos serão mudados
e os meninos todos mortos
não estão mortos,
semeados.

Dependendo dos meus versos
as mulheres serão fêmeas-soberanas 
seus prazeres, sua força,
delicadeza de cachos,
hão de caminhar bem longe
do padrão da série macho.
E as mulheres e homens negros
deixarão de ser capachos

da branquitude madeira de lei.
Declaro.
De hoje em diante vai ser assim:
nos meus versos não mais mortos
somente hortas
e jardins.


II

Teresa não era a chave
era o elo.
Deslizando no seu corpo
a gente se renascia
ela era portadora de segredos
que só quem estivesse
entre a morte e vida
- os presos -
reconhecia

III


No dia da visita eu levava
um jumbo
magro
e os ares
de uma noite mal dormida

por acaso eu tinha uns cigarros.
Não fumava,
mas vendia.

IV

Dentre
todos
os
presentes
eu
passava
pela
janela.
Nas
noites
de
teste
eu
descia
sem
lua,
sem
luzes,
sem
espera.
A
meta
era
alc-
ançar
e
quem
sabe
ultra-
passar
alguns
palmos
na
terra.


V
É verdade, eu penso mesmo
preencher outros espaços.
Fazer do sonho
um prato  raso
capaz de transbordar ao mínimo
sinal de poesia.

Obs: Acho que agora foi..
Agradecimentos a todas as contribuintes. vou copiar e colar aqui seus comentários, só pra ficar registrado.
Faz tempo que eu queria fazer poesia colaborativa.
Vejam como ficou!




Mantenho esta observação pra ficar registrada como histórico:

Obs: Se vc chegou até aqui, talvez tenha condições de ajudar. Seguinte:
Sabe o trecho que diz que "as mulheres serão soberanas de si/ mas não se tornarão machos"?
Então, este trecho está ruim, porque pode soar homofóbico, quando, na verdade, o que quis dizer foi algo do tipo "assim como não desejo que pessoas negras se tornem sociologicamente brancas, porque enriqueceram, ganharam fama, ou qualquer coisa que o valha, também não desejo que as mulheres que se tornem empoderadas ajam como têm agido os homens, ou seja, se tornem sociologicamente homens, exercendo o nosso machismo de cada dia, mas sim que contribuam para a libertação de outras mulheres. 
Como a minha preocupação não é apenas com o que penso, mas também com a formação dos meus leitores e leitoras, tenho que me preocupar, em alguma medida, em como meus textos serão lidos.
Então, alguém pode colaborar com meu texto e fazer uma boa sugestão pra esse trecho?
Um abraço!
Dinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário